Formação

Maria, A Mulher da Palavra de Deus

Como entender tanto ódio contra a Virgem Maria? A resposta está na Palavra de Deus, a Bíblia.

• Em Gênesis 3,15 lemos: “Porei ódio entre ti (demônio) e a mulher (Maria), entre a tua descendência (seguidores do demônio) e a dela (Cristo e os seguidores d`Ele). Esta te ferirá a cabeça, e tu (demônio) lhe ferirás o calcanhar”. A batalha entre o demônio e seus seguidores contra a mãe de Deus se arrastará pelos séculos até o final do mundo conforme lemos em Apocalipse 12, 1 e seguintes.

• A mesma Palavra de Deus nos alerta que as seitas crescerão a cada dia. Só no Brasil, segundo pesquisas realizadas, surgem três novas religiões por dia. Tudo conforme a Bíblia: Mateus 24, 11.12.23.24; Marcos 13, 5.21.22; Lucas 21,8.

• “Eis que vos preveni de tudo, diz o Senhor” (Mc 13, 23).

• Ainda no livro de Apocalipse narra o seguinte: “A serpente (o demônio) vomita contra a mulher um rio de água, para fazê-la submergir” (12,15), isto significa uma grande quantidade de palavras (escritas e faladas, figuradas no rio de águas) contra a Virgem Maria, na intenção de apagar o seu nome dentre os seguidores de Cristo. Cumpre-se assim as profecias da Bíblia falando sobre a apostasia, isto é, deixar a igreja católica e ir para as milhares de seitas. Em 1980 eram cerca de 20 mil e hoje deve estar em pelo menos 30 mil seitas. Todas com a Bíblia na mão e cada uma ensinando uma coisa diferente. Tudo é uma preparação para o surgimento do Anticristo (2ª Carta Tessalonicenses 23) o qual reunirá essas seitas numa espécie de confederação.

• Esse amontoado de seitas é chamada de Babel, Babilônia, isto é, confusão e é representada na Bíblia por uma prostituta (uma outra mulher que está assentada), isto é, estabelecida sobre a multidão de palavras contra a Virgem Maria (Ap 17,3.4). É esta mulher a grande prostituta, pois prostituiu a Palavra. Na Bíblia a apostasia, isto é, abandonar a Fé verdadeira é considerada prostituição, infidelidade (Js 22,16; Jr 3,8;13,27; Ez 16,32; Os 2,2ss e Ap 19,2). O Objetivo do maligno, que odeia a Virgem Maria, é corromper toda a Terra com a sua prostituição, destruindo a Fé Católica, conforme Apocalipse 19,2.

Os católicos são os seguidores da Mulher vestida de Sol (Ap 12,lss), que ouvem a Palavra do Senhor: "Eis aí tua mãe" (Jo 19,27) e a levam para sua casa. Os seguidores do demônio são os seguidores da grande prostituta (as seitas) e que dizem da mãe de Deus: "é uma mulher como outra qualquer, uma pecadora".

• Nas seitas, como já falei acima, ou se ofende a mãe do Senhor ou se a ignora completamente. É somente na Igreja Católica que se cumpre a profecia: "... me proclamarão bem-aventurada todas as gerações" (Lc1,48).

• Será que Nosso Senhor ficará indiferente as mentiras, blasfêmias, ofensas a sua mãe? Ele que cumpre na sua totalidade o 4° mandamento da lei de Deus.

Nunca vá a um lugar onde não gostam da mãe do Nosso Senhor, mesmo que eles digam que estão reunidos em nome d'Ele, pois Ele seguramente não estará lá. Pois bem, Nosso Senhor é um Deus zeloso e no dia do juízo dirá a esses membros das seitas:

Nem todo aquele que diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus (honrar pai e mãe, por exemplo). “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não pregamos nós em Vosso nome e não foi em vosso nome que expulsamos os demônios e fizemos muitos milagres? E, no entanto Eu lhes direi: Nunca vos conheci. Retirai-vos de mim, operários maus” (Mt 7,21-23).

E pensar que esses falsos pastores mandam rasgar e queimar as fotografias (imagens) da mãe do Senhor.

Lembre-se, o diabo prega a Bíblia (conforme Gênesis, onde com Eva, torcendo a Palavra de Deus e até para Nosso Senhor o diabo a pregou, interpretando-a erroneamente – Mt 4,1ss).

Pense, que atitude você tomaria se alguém dissesse que sua mãe é uma mulher como qualquer outra e rasgasse as fotografias dela. Você gostaria?

Nosso Senhor, tenho certeza, não aceita que faça isso com Sua mãe.

Ela é o sinal de Deus para os eleitos (Is 7,14), é a vitoriosa, a plena Graça de Deus, a que pela Graça está diante de Deus, a mãe do Deus feito homem, sobre a qual desceu o Espírito Santo, a serva eleita do Senhor, Aquela que numa simples saudação atraiu o Espírito Santo que santificou São João Batista ainda no seio de sua mãe, aquela de quem a Católica Santa Isabel, cheia do Espírito Santo reconheceu ser a bendita entre todas as mulheres, pois bendito é o fruto do teu ventre: Jesus. Aquela que Isabel reconheceu ser honrada pela visita da Mãe de Deus.

Nós católicos, com o Arcanjo Gabriel e Santa Isabel sentimo-nos honrados da Mãe do Senhor, a bendita entre as mulheres, visitar nossa casa, está na nossa Igreja.

É deles que fala o Senhor: “Nem todo aquele que diz Senhor, Senhor entrará no reino dos céus”.

Nessas seitas não se cumprem a profecia de São Lucas 1,48: “todas as gerações me proclamarão bem-aventurada”. Não se cumprem porque não a amam, não se cumprem porque a profecia diz: “Todas as gerações” e eles são de ontem, de hoje. Não provem dos apóstolos. São religiões humanas e que tipo de homens!!! Eles não respeitam a mãe do Senhor. A boa educação exige que respeitemos a mãe dos outros e quanto a mãe do Senhor (Deus), muito mais ainda.

Católicos: “Eis a tua mãe”, a vestida de Sol, a glorificada. Ame-a. Respeite-a, honre-a, pois é a tua mãe.

“A Santidade do filho é causa da Santificação antecipada da mãe, como o Sol ilumina o céu antes de ele mesmo aparecer no horizonte.¨

Neste Seio Virginal, diz S. Luiz, Deus preparou o “Paraíso do novo Adão”.

Nenhum de nós pode escolher a sua mãe; Jesus o pôde. Então, pergunta S. Afonso: Qual seria aquele que, podemos ter por mãe uma rainha, a quisesse uma escrava? Por conseguinte, deve-se ter por certo que a escolheu tal qual convinha a um Deus.

Nessa coroa de doze estrelas formada sobre sua cabeça, S. Luiz viu as glórias e méritos de Maria, mais numerosos do que todas as estrelas do céu.

A carne de Jesus é a carne de Maria e seu sangue é o mesmo de Maria; logo, a honra do Filho de Deus exige uma Mãe Imaculada.

Quando Deus eleva alguém a uma alta dignidade, também o torna apto para exercê-la, ensina S. Tomás de Aquino. Portanto, tendo eleito Maria para sua mãe, por Sua Graça a tornou digna de ser livre de todo o pecado, mesmo venial, ensinava S. Tomás; caso contrário a ignomínia da mãe passaria para o Filho.

Nem se deve tocar na palavra “pecado” em se tratando de Maria; e isso por respeito aquela de quem mereceu ser a mãe, que a preservou de todo pecado por sua Graça.

“O Altíssimo Santificou seu tabernáculo; Deus está no meio dele” (Sl 45,5), ou ainda: “A santidade convém à Vossa casa, Senhor” (Sl 42,6).

Pergunta S. Cirilo de Alexandria (370-440), bispo e doutor da Igreja: Que arquiteto, erguendo uma casa de moradia, consentiria que seu inimigo a possuísse inteiramente e habitasse? Assim, Deus jamais permitiu que seu inimigo tocasse naquela em que Ele seria gerado homem.

S. Bernadino de Sena ensina que Jesus veio para salvar a todos, inclusive Maria. Contudo, há dois modos de remir: levantando o decaído ou preservando-o da queda. Este último modo Deus aplicou a Maria.

Se é pelo fruto que se conhece a árvore (Mt 7,16-20), então, como o cordeiro foi sempre imaculado, sempre pura também foi sua mãe.

 Pe. Reginaldo Cordeiro de Lima