Eucaristia: Fonte e ápice da vida Cristã

Finalmente, o Concílio de Trento declara que muito piedosa e religiosamente foi introduzido na Igreja de Deus o costume, que todos os anos, determinado dia festivo,  seja celebrado este excelso e venerável sacramento com singular veneração e solenidade; e reverente e honorifica mente seja levado em procissão pelas ruas e lugares públicos. Nisto os cristãos expressam sua gratidão e memória por tão inefável e verdadeiramente divino benefício, pelo qual se faz novamente presente a vitória e triunfo sobre a morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.

            Onde, também celebramos Nossa Senhora e eu quero falar sobre a relação de Maria com a Eucaristia. O Papa João Paulo II escreveu o documento Ecclesia de Eucharistia falando da extrema ligação de Nossa Senhora com a Eucaristia. Há um nexo profundo entre Maria Santíssima e a Eucaristia; o próprio papa João Paulo II diz que Ela fora o primeiro sacrário do mundo, então, Ela em tudo tem a ver com Jesus Eucarístico.       A primeira coisa que o papa lembra: Maria não estava presente no momento da instituição da Eucaristia, na Santa Ceia, pois não era o papel dela estar lá, mas através de sua intercessão, realizou-se o milagre da transubstanciação pelo poder do Espírito Santo, ou seja, a transformação da substância vinho e pão, para Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Todos nós conhecemos a passagem bíblica que narra as Bodas de Caná [Jo 2,1-12] que pela intercessão de Maria, Jesus transformou a água em vinho. Desde o início, Maria já conhecia a divindade de Jesus, por isso pediu-Lhe que salvasse aquele casamento de Caná. Naquele momento, o Senhor mudou tanto a aparência como a substância do líquido, diferente do que acontece durante a consagração, na celebração da Santa Missa. A essência do trigo é o próprio Corpo de Cristo; a essência do vinho é Seu próprio Sangue.
            Maria está presente na Igreja, como Mãe da Igreja em cada uma das Celebrações Eucarísticas. Assim como a Igreja e a Eucaristia não se separam; Maria e a Eucaristia também não se separam. Quem entra na comunhão com Cristo, entra na escola de Maria, pois Ela tem muito a nos ensinar! Vejamos as palavras de Jesus, enquanto oferece aos seus discípulos o pão que se tornou seu Corpo, e o vinho que se tornou seu Sangue.

 

"Tomai, isto é o Meu corpo... Isto é o Meu sangue" (Mc 14, 22-24).

 

Ele inaugura assim o novo rito pascal:  a Eucaristia é o sacramento da nova e Eterna Aliança, a eucaristia é a fonte e o ápice da vida cristã, dela haurimos a força para seguirmos os passos de Cristo Nosso Senhor.

Neste próximo dia 15 de junho de 2006 vamos todos participar da solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, participar do banquete eucarístico caminhar pelas ruas de nossa cidade mostrando a todos que há um Deus vivo e verdadeiramente presente no altar.

 

JESUS SACRAMENTADO, NOSSO DEUS AMADO!!!