PELOS FRUTOS SE CONHECE A ÁRVORE

(Mt 7 , 16-19)

Caríssimos irmãos e irmãs,

Bendito seja Deus!

 

Nesta nova edição do jornal “O BOM PASTOR” queremos fazer uma pequena reflexão da passagem do evangelho de São Mateus 7,16-19. Pois entendemos que esta palavra do Senhor é uma grande luz para o nosso PROJETO DE VIDA “Casa de Acolhida Bom Pastor”.

Jesus de Nazaré, ensinando aos seus discípulos apresenta-lhes o que chamamos discernimento bíblico, para que seus seguidores possam saber se uma árvore é boa ou má: “pelos frutos se conhece a árvore” (Mt 7,16a).

Tal ensinamento, feito pelo Mestre de Nazaré, é uma segurança infalível para que os seus discípulos não sejam enganados por aqueles que possuem uma aparência boa, mas o interior está cheio de maldade, ou por tantos outros que apresentam discursos bonitos, mas a sua prática está em contradição com as suas palavras. O Senhor afirma categoricamente que toda árvore boa, dá bons frutos. E toda árvore má dá maus frutos. Nós louvamos e bendizemos a Deus por tantos bons frutos que o PROJETO DE VIDA “Casa de Acolhida Bom Pastor” tem produzido, o que consequentemente, nos leva a proclamar que a Comunidade Kairós e a “Casa de Acolhida Bom Pastor” são uma árvore de Deus.

Na verdade, toda árvore tem uma raiz, um tronco, galhos e frutos. Usando esta comparação é possível entender melhor o segredo do êxito deste projeto. Na base, isto é, a raiz desta árvore é o carisma da Comunidade que possui três dimensões: a dimensão de Adoração ao Santíssimo Sacramento, ajudado sobretudo, pelo nosso inspirador São Bento; a dimensão de anúncio do Amor de Deus nos encontros, congressos e missão feitos pelos membros da Comunidade Kairós, inspirado em São Paulo da Cruz; a formação de crianças e adolescentes para que sejam homens e mulheres de Deus para uma civilização do amor inspirada em São João Bosco.

O tronco desta árvore são os membros da Comunidade Kairós que sustentam em si os galhos que são todas as crianças a eles confiadas. E os frutos são: as mudanças, as transformações, os regastes destas crianças de um mundo de desprezo, ferida e sofrimento, para uma vida que Jesus deseja. Vida com dignidade, em abundancia e  plenitude.

Ao longo destes sete anos de existência, já tivemos a oportunidade de acolher muitas crianças, as quais tiveram uma ajuda da “Casa de Acolhida Bom Pastor” a nível educacional, espiritual, humano, psicológico, assistência médica, odontológica, profissionalizante e, sobretudo, o encaminhamento de muitas delas às respectivas  famílias e parentes para que possam ser reinseridas no convívio familiar a fim de que possam receber apoio, carinho, amor e tudo aquilo que a pessoa humana necessita para sua formação e realização pessoal na vida.

Gostaríamos de testemunhar o resgate de muitas delas, que já se encontravam no mundo das drogas, do alcoolismo e da marginalidade, como um bom fruto desta árvore do Senhor, que é o PROJETO DE VIDA BOM PASTOR. É de suma importância agradecer à ação da Providencia Divina, sobretudo agora, mais do que nunca, que tem crescido abundantemente na “Casa de Acolhida Bom Pastor”. Temos recebido muitas bênçãos de Deus e muitas doações de pessoas iluminadas pelo Espírito do Senhor e abertas à prática da caridade e da solidariedade para com as nossas crianças e adolescentes. Deus seja louvado!

Desejamos compartilhar com todos os colaboradores e amigos da Casa de Acolhida Bom Pastor a alegria de termos construído mais duas alas do nosso Projeto: Ala Feminina e Ala Masculina, proporcionando, assim, um melhor acompanhamento, uma melhor gestão e conseqüente formação com aplicação pedagógica na convivência do dia-a-dia que as nossas crianças e adolescentes necessitam para alcançarem equilíbrio e maturidade humana.

O Senhor, nosso Bom Pastor, é verdadeiramente providente para com nosso Projeto e tem, certamente, manifestado a sua bondade, pois à medida que o tempo passa vamos aprendendo sempre mais com os desafios que as nossas crianças vão apresentando, no dia-a-dia, nos impulsionando em busca de respostas. Temos ainda tido a graça de organizar sempre mais e melhor o nosso Projeto. Mas devo afirmar que o segredo desta obra está no alimentar-se da “Palavra de Deus” e na vida de oração experienciada pela Comunidade de Vida e Aliança, rapazes, moças e casais que se consagraram a Deus pela causa dos pequeninos que são os prediletos do seu Reino: “Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparada desde a criação do mundo, porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes; nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.” (Mt 25,34-36)

Mas é, sobretudo, iluminado pelo pedido de Jesus em favor dos seus pequeninos que a Comunidade Kairós acolhe e se dedica a todas as crianças que lhes são confiadas pelo Senhor: “Deixai vir a mim as criancinhas e não as impençais, porque o Reino de Deus é daqueles que se lhes assemelham” (Mc 10, 14). Testemunhamos a grandeza desta missão e a beleza desta causa: buscar incansavelmente fazer com que a Casa de Acolhida Bom Pastor seja uma grande família e o espaço onde se possa experimentar o Reino de
Deus que começa já aqui.

Portanto é em Deus, que nos concedeu esse carisma, que somos fortalecidos. E como ele mesmo diz no evangelho de São Mateus capitulo 11, versículo 12: “Desde a época de João Batista ate o presente, o Reino dos céus é arrebatado à forca e são os violentos que o conquistam.” Isso significa arrebatar tantas crianças das garras da exclusão e rejeição para devolvê-los aos braços de Deus. Para tanto se faz necessários sermos violentos com nós mesmos renunciando ao comodismo, a indiferença, a omissão para nos lançarmos na busca da salvação das nossas crianças.

 

Pe.Reginaldo Cordeiro de Lima